O melhor exercício que fiz pra emagrecer 5kg

Nunca fui gordinha, mas também nunca fui magérrima, sempre tive um corpo mediano e por isso nunca me preocupei tanto com academia e exercícios, e na verdade eu sempre fui um pouco preguiçosa pra isso. Mas também nunca fiquei muito a vontade de usar biquini na frente dos outros. Sempre fui muito insegura com meu corpo e isso me limitou muito a vida toda. E olha, até hoje eu me pego me olhando no espelho pra ter certeza de a roupa não marca meu quadril vocês acreditam? Esse é um hábito difícil de perder 😦

Mas eu queria não ter tido tanta insegurança com meu corpo, eu queria me sentir bem comigo mesmo e pronto. Mas porque a gente é assim? Porque aquelas gordurinhas a mais fazem a gente se sentir mal? Até hoje isso é uma coisa que eu não entendo, nós temos que nos amar do jeito que somos, e claro tentar melhorar se assim desejarmos, mas sem deixar que isso interfira no nosso dia-a-dia, e interfira em quem nós somos! A sociedade nos impõe que temos que ter um corpo perfeito, mas o que é o corpo perfeito? É o corpo saudável? Ou é o corpo sem gordurinhas a mais? Tudo isso é muito relativo e depende principalmente do que temos dentro do nosso coração!

Mas de qualquer forma, depois que casei eu engordei 4kg ou 5kg, isso porque eu fiquei um tempo sem trabalhar, e ficar em casa é ficar comendo o dia inteiro, estou errada? rs A gente consegue achar todos os doces e guloseimas escondidas no armário e ainda sair pra comprar mais hahah. Eu sou dessas!! Mas isso de ficar comendo não era para alimentar e nutrir meu corpo, hoje eu entendo isso, era para preencher um vazio dentro do meu coração. Só quando amadureci e resolvi alguns dos meus dilemas existenciais que tudo isso ficou claro para mim: meus sentimentos eu não resolvo com comida!, então, depois de dois anos de casadas eu resolvi que eu queria voltar o meu peso normal que era de 60kg na época, e que eu precisava fazer algo sobre isso, porque se não fizesse a tendência seria engordar mais, não que eu tenha algum tipo de preconceito, muito pelo contrário, eu acho que a gente tem ser feliz com o corpo que tem e usar roupas que se senti bem, não porque alguém disse que era a roupa da moda, mas porque nos sentimos confortáveis e bonita! Mas no meu caso, eu não me sentia bem com isso, comendo um monte de doces o dia todo porque eu estava ansiosa ou estressada.

Eu sabia que isso estava errado, eu precisava controlar minha ansiedade de outra maneira, e foi isso que eu fiz, voltei a academia e comecei a comer mais frutas e verduras, e menos doces. Mas genteee, eu não parei de comer doce, mas eu comecei a comer nas horas certas, uma ou duas vezes por dia no máximo, e com uma alimentação melhor e fazendo exercícios, em um ou dois meses eliminei essas gordurinhas que se apropriaram do meu corpicho hahah.

img_3003

Hoje eu vou regularmente na academia, e minha alimentação mudou muito!, mas o que mais me fez mudar, foi sem dúvida quando eu percebi que eu tinha que me amar do jeito que eu era, e deixar de me preocupar com a opinião dos outros! Eu emagreci sim, mas porque na verdade eu engordei porque eu estava ansiosa e estressada, e precisava achar um jeito de lhe dar com isso, e foi na comida que eu encontrei esse “conforto”, e hoje, mais madura, eu entendo que nós temos que relevar mais as coisas e pessoas, ninguém é igual a ninguém, todos temos defeitos e a grande sacada da vida é fazer as coisas com amor, e deixar que o nosso exemplo molde o coração das pessoas, sem deixa-las nos influenciar!

Vamos ser feliz do jeito que somos e com o corpo que temos, e se você não estiver feliz, que seja por questões pessoais suas, e não porque alguém disse que você não tem o corpo perfeito, ok? E sabendo disso, tente resolver esses problemas conversando com profissionais responsáveis que vão te ajudar muito, ou com seus amigos e família!

Isso deu certo pra mim, meus amigos e minha família são meu porto seguro e por eles eu hoje sou uma pessoa muito melhor!

E pra finalizar um trechinho de um post da Bruna Vieira que eu amei e me fez refletir muito 🙂 ❤

“Por último e o mais importante: ser magra infelizmente não garante a felicidade de ninguém. Não espere para se sentir bem apenas quando atingir seus objetivos. Melhor, mude seus objetivos. Esqueça os números, as medidas e a opinião daquele cara babaca. Concentre-se em como você se sente e em todas as coisas que te fazem ser única. As piadas que só você sabe fazer, sua facilidade em aprender outra língua, como você consegue ir até o chão na balada ou sei lá, como você está sempre pronta para dar os melhores conselhos para uma amiga solitária. Ótimo. Agora lembre-se sempre de ser sua melhor amiga. Digamos que o que você pensa é o que você quer dizer. Diga junto comigo e em voz alta: você é LINDA!”

Anúncios