Desfiles mais populares do SPFWn43 #resumo

Vai ai um resuminho dos desfiles apresentados no SPFWn43! #vemver ❤ ❤

Lilly Sarti – Apresentou no seu Outono/ Inverno uma moda contemporânea, sempre buscando referências nas contradições, como passado e futuro, leveza e peso, formalidade e relax. Algumas inspirações das décadas de 70 e 80 aparecem nos looks como transparências, cinturas marcadas, brilhos de cores cintilantes, ombros presentes. O comprimento variou muito, mas predominou o formal-chic nos vestidos e saias. Sou apaixonada por essa cintura marcada com cintões mais volumosos e também adorei os tons terrosos e metalizados!

Lilly Sarti

Osklen – como sempre é um show a parte! A cartela de cores esta linda, com tons bem claros iluminados em alguns momentos por cores mais fortes, como laranja, amarelo e azul royal. O conforto e design sempre prevalecem nas peças do Oskar Metsavaht, que deixam seus looks super desejáveis! Materiais como moletom e sarja mais uma vez aparecem se destacando na coleção. As sobreposições foram muito bem elaboradas, com desconstruções e fusões.

Osklen

A La Garçonne – quem assistiu esse desfile ao vivo sabe que foi uma experiência e tanto, uma super aula de moda, com muita atitude e ousadia! O xadrez e a renda foram apresentados com um trabalho bem bacana. Além disso, a passarela ficou marcada por homens de saia, influência da lingerie e símbolos fetichistas. O Herchcovitch e Fábio formam um dupla super conectada, unindo o universo dos dois na construção dessa marca que tem como um de seus símbolos o desenho da corda, que aparece em vários looks.

A La Garconne

Isabela Capeto – a estilista carioca levou o cariri cearense para as passarelas do #spfwn43, denominando de “Tóquio Nordestino” a mulher que personifica sua coleção, explorando a geografia além do seu território, ligando o local ao global. Mais uma vez ficou marcado em seu desfile os bordados, estampas, cores, em tecidos como algodão, tule, lycra, couro, seda.

IsabelaCapeto

Sissa – foi a estreia dessa marca no SPFW e me marcou muito, pois tudo foi elaborado com o maior carinho, desde os looks, a cortina de biscoitos de polvilho (incrível) até o local escolhido por Alessandra Ferreira, estilista da marca, seu próprio ateliê. Entre maquinários, linhas, pedaços de tecidos, croquis, as modelos desfilavam os looks calmamente, pois esse tipo de moda pede a sua apreciação. As estampas foram todas elaboradas a partir de aquarelas que a Alessandra fez, inspiradas em fotos de família. Tecidos como veludo, seda e algodão com linho marcaram presença em suas criações. A Sissa inovou com o “see now buy now”.

Sissa

Fabiana Milazzo – mais uma marca que fez sua estreia no SPFW! O desfile dela mostra como sua marca é versátil e capaz de agradar mulheres de estilos e necessidades diferentes, com vestidos todos bordados até peças em jeans, como blusões oversized, saias e trench coats.

Fabiana Milazzo

Gig Couture – O desfile deles é sempre um sucesso e não foi diferente desta vez, encantou com seu mix de texturas estampadas, criando sobreposições super harmônicas. Cores e brilho foram muito utilizados, tornando as peças itens-desejo! Adorei as blusas com shapes esportivos e reluzentes, saias mídi pregueadas, e as peças camufladas, que é um dos hits da coleção!

gigc

Tig – Uhu, primeiro desfile da Tigresse – que agora se chama TIG – durante uma semana de moda, e cá entre nós, foi um start muito bem feito. O desfile teve o DNA da marca bem marcante com looks ousados, uma mulher sexy e elegante, rendas, brilhos e muito preto. O cenário foi um show a parte com um super jogo de iluminação onde as modelos desfilavam. Parabéns pra TIG, torço muito por essa marca e sei o quanto toda a equipe batalha por esse sucesso!

Tig

 Fotos: FFW

Post original escrito pela Mariah do blogdamariah.com.br

Anúncios